Início Notícias BASTIDORES DA POLÍTICA: QUINTA FEIRA, 10 DE SETEMBRO 2020.

BASTIDORES DA POLÍTICA: QUINTA FEIRA, 10 DE SETEMBRO 2020.

Cristiano Bueno coordenador da Frente Parlamentar em Defesa do Desenvolvimento Humano e Econômico foi aclamado pela Diretoria da Câmara de Comércio exterior de Campinas e região. O mais novo Diretor vai desenvolver agenda positiva junto ao poder Legislativo, o objetivo de buscar entendimento junto as câmaras e prefeituras Municipal, ALESP, Congresso Nacional e Senado, o desafio contribuir para recuperação Econômica e Desenvolvimento da nossa região de Campinas gerando investimentos, emprego e renda.
Cristiano Bueno muito dinâmico, tem relação política com várias lideranças em todas as esferas de Governo, temos certeza de grandes avanços para economia na região.

—————————————————————————————————————————————–

HORAS DECISIVAS

A proximidade do prazo final para realização das convenções municipais promete emoções fortes. Acordos costurados “por cima” resultam em intervenções nos diretórios locais. Assim, partidos que estavam apalavrados com determinado candidato, de uma hora para outra, são obrigados a mudar de bloco. Essas intervenções, via de regra, são sempre traumáticas para as agremiações. Na prática, o candidato leva o apoio formal do partido, representado em tempo de televisão, mas não garante o engajamento dos candidatos a vereador. Leva a cabeça, mas não o corpo.

ENTRA E SAI NO PSL

Em menos de um ano, o PSL de Campinas trocou quatro vezes de comando. Esta semana, a Justiça Eleitoral anulou a intervenção feita pelo Diretório Estadual em Campinas e validou a convenção realizada terça-feira, dia 8, que homologou apoio à chapa governista Dario Saadi (Republicanos) e Wandão Almeida (PSB). O juiz Fábio Varlese Hillal, da 33ª Zona Eleitoral de Campinas, anulou a intervenção estadual e recolocou André Ribeiro, filho do vereador Edson Ribeiro, no comando do PSL campineiro. Em seu despacho, o juiz alegou que “a destituição do diretório municipal se deu por mera alegação de descumprimento de normas estatutárias, mas sem a possibilidade de defesa e o devido processo legal”

MDB E TUCANOS

Em Americana, outra intervenção. O diretório estadual do MDB (Movimento Democrático Brasileiro) destituiu a Executiva Municipal, que era comandada pelo secretário municipal de Cultura da atual gestão, Fernando Giuliani. O partido tinha convenção marcada para domingo e pretendia lançar o vereador Delegado Ondas como candidato a prefeito da cidade. O deputado estadual Itamar Borges passou a responder pelo MDB na cidade. A intervenção se deu após rumores de que o PSDB estaria pressionando a cúpula do MDB para que desistisse da candidatura própria e apoiasse o pré-candidato tucano, o vereador Rafa Macris, que é irmão do presidente da Assembleia Legislativa, Cauê Macris; e filho do deputado federal Vanderlei Macris.

CONFIRMADOS

Em Campinas, até o momento, são três os candidatos a prefeito já confirmados nas convenções partidárias. Alessandra Ribeiro, historiadora e urbanista, teve o nome aclamado pelo PCdoB, porém o nome do candidato a vice segue em aberto. O vereador e ex-secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Social e de Turismo André Von Zuben é o candidato pelo Cidadania, tendo como vice a jornalista Valéria Monteiro, da Rede de Sustentabilidade. NO domingo, o PV escolheu o ex-secretário Rogério Menezes como candidato a prefeito. Ele terá o empresário Adalberto Maluf como seu vice na chapa. Além destes, outros partidos também realizaram convenções e não terão candidatura própria: o Novo terá apenas chapa proporcional; o Avante decidiu apoiar o deputado estadual Rafa Zimbaldi (PL) e o PSL, após toda essa confusão, fechou com o bloco governista representado por Dario e Wandão.

FIM DE SEMANA GORDO

O final de semana promete, com a realização da maior parte das convenções restantes. O bloco governista oficializa, domingo dia 13, a candidatura do ex-secretário de Esportes e Lazer, Dario Saadi a prefeito e do ex-secretário de Relações Institucionais Wanderlei Almeida, o Wandão, como candidato a vice. A chapa terá o apoio do PSB, Republicanos, MDB, DEM, PSL e talvez o PSDB, que ainda não decidiu o rumo que irá tomar. Também no domingo, dia 13, o PL homologa o nome do deputado estadual Rafa Zimbaldi como candidato a prefeito. O bloco terá, ainda, o apoio do Avante e do Podemos e pretende fechar com mais um ou dois partidos “nanicos”. Fechando as convenções do domingo, PT e PSOL lançam a chapa com o vereador Pedro Tourinho e a sindicalista Edilene; e o PMN lança a candidatura de Ahmed Tarique.

INCÓGNITA

Pelos lados do PDT, a indefinição fica por conta se o ex-prefeito Dr. Hélio de Oliveira sairá mesmo candidato a prefeito novamente. A convenção do partido será no sábado, dia 12. Outros nomes como Surya Guimarães e o advogado Flamínio Monteiro Neto também se colocaram à disposição para a disputa. Dr. Hélio obteve recentemente uma vitória no STF, trancando uma condenação criminal em segunda instância. Porém, ele precisará de uma liminar na Justiça para sustentar a candidatura, devido às contas de seus dois mandatos que foram rejeitadas pela Câmara de Vereadores de Campinas.

MAIS NOMES

Na sexta-feira, dia 11, o PSTU lança a candidatura de Laura Leal. Segunda-feira, dia 14, o PTB lança a candidatura de ex-vereadora Delegada Teresinha. Na terça, dia 15, o PRTB lança a candidatura de Rogério Parada; e o Patriota deve confirmar o nome de Wilson Matos. De acordo com a lei eleitoral, reformulada por conta da pandemia, os partidos têm até 16 de setembro para definir os representantes e mais 10 dias para registro das candidaturas.

PANDEMIA

Com tudo isso, é sempre bom lembrar que a pandemia da Covir-19 ainda não acabou. Em Campinas, até quarta-feira (9), são 29.627 casos confirmados e mais 23 mortes confirmadas, o que eleva o total de óbitos para 1.098. Outros 15 estão em investigação. Do total de confirmações, 28.015 pessoas estão recuperadas, 306 estão internadas e 208 estão em isolamento domiciliar.