Início Destaques Viracopos é autorizado a receber substâncias e medicamentos sujeitos a controle especial

Viracopos é autorizado a receber substâncias e medicamentos sujeitos a controle especial

A permissão concedida ao aeroporto pelo governo federal se deu devido à infraestrutura e ao controle existente no aeroporto

O Terminal de Carga do Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (SP), foi autorizado pelo Ministério da Saúde a receber substâncias e medicamentos sujeitos a controle especial, conforme divulgação da RDC 402/2020 e suas atualizações divulgadas no Diário Oficial da União no dia 29 de julho de 2020.


Viracopos foi incluído na rede nacional de pontos de entrada e saída de substâncias das listas A1, A2, A3, B1, B2, C3, D1, F1, F2, F3 e F4, e de plantas sujeitas a controle especial, bem como dos medicamentos que as contenham, devido a Emergência de Saúde Pública causada pela COVID-19. A medida está prevista por um período de até seis meses.


Desta forma, o Aeroporto também está autorizado a operar com importações e exportações das substâncias e medicamentos constantes da mesma Portaria, como Hemoderivados (Procedimento 2); Soros e vacinas (2A); Produtos biológicos derivados de fluídos ou tecidos de origem animal e alérgenos (2B); Produtos biológicos obtidos por procedimentos biotecnológicos, anticorpos monoclonais, medicamentos contendo microorganismos vivos, atenuados ou mortos e probióticos (2C); e Produtos sujeitos a controle especial constantes das Listas “C1”, “C2”, “C3”, “C4”, e “C5”.


Dessa forma, empresas importadoras e exportadoras passam a ter mais alternativas para receber, enviar e dar mais agilidade ao acesso a produtos essenciais ao enfrentamento da pandemia de Covid-19.


Listas de substâncias controladas
As substâncias em questão fazem parte de listas estabelecidas pela Portaria 344/1998, da Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS), vinculada ao Ministério da Saúde (MS). O documento, que é periodicamente atualizado, regulamenta o uso controlado de entorpecentes, psicotrópicos, imunossupressores e antirretrovirais, entre outros medicamentos.
De caráter extraordinário e temporário, a medida está na Resolução da Diretoria Colegiada (RDC) 402/2020.

3º Melhor TECA do Mundo

No início deste ano, o Aeroporto Internacional de Viracopos foi eleito o 3º Melhor Aeroporto de Carga do Mundo (na categoria de até 400 mil toneladas/ano) na Air Cargo Excellence Awards 2020, premiação realizada pela Air Cargo World, que é a principal publicação do setor de carga mundial.

A premiação é baseada na Pesquisa de Excelência em Carga Aérea, criada em 2005 pela Air Cargo World. Os prêmios são entregues anualmente às companhias aéreas e aeroportos de carga que alcançam as pontuações mais altas na pesquisa, com base em vários fatores de desempenho.

O TECA (Terminal de Carga) tem figurado nos últimos anos no pódio da premiação. Em 2014, o Air Cargo Excellence Awards já havia premiado Viracopos como o segundo melhor da América Latina, além de ter reconhecido o terminal como o Melhor Aeroporto da América Latina no quesito Operação de Carga. Em 2015, Viracopos ficou com o título de Melhor Aeroporto de Carga da América Latina e, em 2016, ganhou como segundo Melhor Aeroporto de Carga do Mundo. Já em 2018, o TECA obteve a premiação máxima, sendo eleito o Melhor Aeroporto de Carga do Mundo na categoria até 400 mil toneladas/ano.

CEIV Pharma
O Aeroporto Internacional de Viracopos conquistou em 2019 um certificado internacional que credenciou o terminal a se tornar um dos principais aeroportos da América Latina a importar e exportar produtos da indústria farmacêutica.

Viracopos obteve a certificação global CEIV Pharma (Center of Excellence for Independent Validators in Pharmaceutical Logistics), emitida pela IATA, que tem por objetivo auxiliar as organizações e toda a cadeia de fornecimento de carga aérea a atingir a excelência na logística de produtos farmacêuticos.

Com este certificado, Viracopos passou a ser reconhecido como operador global de cargas de produtos farmacêuticos, sendo acreditado internacionalmente como parte integrante de uma cadeia segura, evidenciando a reconhecida qualidade e confiabilidade de seus serviços para as empresas do ramo farmacêutico e favorecendo o crescimento de novos negócios neste setor para o aeroporto e, principalmente, para o Brasil.


Assessoria de Imprensa