Início Notícias CCCER no Fórum RAC 2019 – Transportes e Logística

CCCER no Fórum RAC 2019 – Transportes e Logística

PPP para Construção de Vicinais, Concessões de Estradas, Porto de São Sebastião, Viracopos, foram alguns dos assuntos discutidos em Campinas.

No último dia 31/07, a Câmara de Comercio Exterior de Campinas e Região, através de seu Vice-Presidente Elson Isayama, participou do Fórum RAC 2019, que debateu o capítulo Transporte e Logística na Região de Campinas.

O evento foi organizado pala Rede Anhanguera de Comunicação (RAC) e contou com a participação do vice-governador de São Paulo, Rodrigo Garcia, do prefeito de Campinas, Jonas Donizette, do Secretário dos Negócios de Logística e Transportes do Estado, João Octaviano Machado Neto, do Secretário de Desenvolvimento Regional do Estado, Marco Vinholi, do Secretário de Transportes de Campinas, Alexandre Baldy, do presidente da ARTESP, Giovanni Pengue Filho, do diretor de operações da ABV, Marcelo Mota e do deputado estadual Cauê Macris.

O governo do estado discorreu sobre sua busca de PPPs para construção de vicinais de acesso a cidades visando a circulação de caminhões e a consequente liberação do trânsito, também sua busca de alternativas para o porto de São Sebastião e ainda sobre a questão sobre as novas concessões de estradas e rodovias, onde a idéia é de, ao invés de receber diretamente outorgas, que esses valores sejam repassados ao cidadão.

Para isso foi explicado que, nas novas licitações de rodovias, haverá a renovação das já existentes até o próximo ano para que ocorra redução do valor de pedágio para o chamado “uso frequente”. Quem mais utilizar a estrada poderá ter redução no total do mês de até 74%, fato que, sem dúvida, pode baratear as condições do valor cobrado pelas transportadoras.

Outra situação, diz respeito ao trabalho do governo para reduzir custos das Companhias Aéreas nas operações do Estado, como já ocorreu com a redução do ICMS no querosene de aviação (QAV) para viabilizar cada vez mais a atração dessas aeronaves para compra desse serviço, além de possibilitar a chegada de novos players nesse mercado.

“Questionamos sobre a definição da concessão que tem atrapalhado bastante a situação referente aos investimentos que ainda precisam acontecer em Viracopos”, relatou o VP da CCCER, Elson Isayama. Como retorno, foi explicado sobre o interesse de cinco grupos estrangeiros na parceria e que isso poderia ser definido em reunião de acionistas para análise das propostas e rumos da Recuperação Judicial. A assembleia no aeroporto prorrogou a definição para mais 60 dias.